Meu nome e Padre Roger Luis da Silva, nascido no dia 07 de outubro de 1976, na cidade de Itaperuna-RJ. Filho de uma família católica, que me educou na fé da Igreja, me levando para as missas, catequese, e desde muito novinho comecei a participar do grupo dos fradinhos de Santo Antonio, na comunidade de Santo Antonio, em Raposo-RJ, distrito da cidade de Itaperuna, onde morei ate os 15 anos de idade.

Fiz a Primeira Comunhão com 8 anos e o Crisma com 12 anos. Nesse meio tempo fui caminhando na Igreja, participando de retiros, de grupos de perseverança, mais com 13 anos me afastei da Igreja e comecei a experimentar aquilo que meus amigos da minha idade já estavam experimentando: festas, carnavais, bebidas e drogas. Com 13 anos comecei a experimentar “lança perfume” e dai foi um pulo para as drogas mais pesadas. Com 15 anos já estava experimentando a cocaína, e envolvido com galeras que gostavam de punk e rock. Me aprofundei muito nessa vida, andava com as galeras, ate que minha família começou a ficar sabendo que eu estava usando drogas, e eu me afastei dos grupos de rock para que minha família não soubesse o que eu estava vivendo.

Com 17 anos comecei a experimentar os bailes funks no Rio de Janeiro, em especial na Baixada Fluminense: Nova Iguaçu, Miguel Couto, etc. Me aprofundei nesse meio, foi no ano de 1995 que num desses bailes eu tive minha primeira experiência com Jesus, onde eu o ouvi nitidamente dizendo que eu so “o procurava quando precisava”; nesse tempo eu morava no Rio longe de minha família que residia no interior e eu me decidi voltar para casa, e assim o fiz. Continuei numa vida perdida de muito álcool e sexo, e num belo dia fui convidado por uma senhora chamada Bebel, que era coordenadora de um grupo de oração no bairro onde minha família mora, e depois de muita resistência aceitei ir a esse grupo que se chama “Servos do Senhor”, e ali tive meu encontro pessoal com o Senhor Jesus, que mudou para sempre a minha vida, e nunca mais fui o mesmo.

Depois de um tempo de experiência nesse primeiro grupo, ao fazer o “Seminário de Vida no Espírito Santo”, a coordenadora desse grupo me indicou um grupo de jovens chamado “Grupo de Oracao Línguas de Fogo”, onde caminhei por muito tempo, e de la, com um ano de conversão me senti chamado ao sacerdócio.

Fiz todo o caminho em preparação para o Seminário, e via a Canção Nova como o lugar para mim, porem, por causa do apego aos amigos e a minha família, fui para o Seminário Diocesano de Campos, no dia 15 de fevereiro de 1998, onde permaneci por três anos, fazendo Filosofia, e depois fiz o caminho com a Canção Nova e entrei na comunidade no dia 28 de dezembro de 2000, o Ano Santo.

Fiz mais um ano de Filosofia em Cachoeira, depois fui para o Noviciado da Canção Nova, onde tive como Mestres de Noviciado o Diácono Nelsinho Correia, Márcia Correia, Ritinha e Pe.Fernando Santamaría. Sai do Noviciado e fui para a Missão de Nova Esperança-PR, onde fiquei 6 meses; depois no ano de 2003 fui fazer Teologia em Palmas-TO, onde fiquei 4 anos fazendo uma experiência maravilhosa com o povo do Tocantins. No dia 15 de janeiro de 2006,
em Cachoeira Paulista fui ordenado Diácono pela imposição das mãos do Arcebispo de Palmas-TO, D.Alberto Taveira, voltei para Palmas para servir a Comunidade Canção Nova e a Arquidiocese de Palmas pelo meu diaconato. Tempo de muita graça e de uma experiência profunda de serviço.

Fiz toda a preparação para o sacerdócio nesse ano de 2006, e no dia 12 de dezembro de 2006, na cidade de Itaperuna-RJ, fui ordenado Sacerdote para a Canção Nova e para a Igreja.

Posso testemunhar que sou um dos homens mais felizes da face da terra, realizado na minha vocação especifica que e o sacerdócio, e na comunidade Canção Nova. Encontrei meu lugar na Igreja. Deus tem trabalhado muito em mim e atraves de mim…me coloco todos os dias ao dispor de Deus, para que Ele faca em mim aquilo que quiser..sou muito feliz por ser de Deus!

Deus abencoe!!!
Seu amigo,
Pe.Roger Luis

Cancao Nova